Valores do Mercado Imobiliário: Loures

Imagem do post

No concelho de Loures a tendência de (ainda) subida dos valores médios do m2, reflete-se em oito das dez freguesias. As exceções são Bucelas e a UF de Moscavide e Portela cujos valores médios já traduzem uma estagnação e uma ligeira queda.

No atual contexto de Saúde Pública que estamos a enfrentar, no que diz respeito ao mercado imobiliário, fique a saber os valores médios por m2, no mercado residencial (moradias e apartamentos) que estão a ser praticados no seu concelho e mais em concreto na sua freguesia.

O seguinte quadro, indica-lhe o valor do m2, por freguesia ao longo do ano de 2020. Percebendo-se assim qual tem sido a tendência histórica. Alerto para o facto de os valores apresentados serem valores médios, não constituindo por si só, um fator único para cálculo de quanto poderá valer o seu imóvel.

Se quiser saber quanto poderá valer o seu imóvel, por favor entre em contacto comigo e terei todo o gosto em lhe ceder todas as informações que ache importantes, para que tome eventuais decisões, sempre em consciência.

HISTÓRICO DOS VALORES POR m2 (dos imóveis VENDIDOS)
Concelho de Lisboa (imóveis no percentil médio) *
ANO DE 2020
1º Trimestre
2º Trimestre
3º Trimestre
4º Trimestre
Evolução do Histórico
Bucelas **
1.780€
1.817€
1.843€
1.830€
Fanhões **
1.780€
1.817€
1.843€
1.947€
Loures
1.804€
1.823€
1.838€
1.843€
Lousa
1.383€
1.508€
1.559€
1.646€
UF Camarate, Unhos e Apelação
1.484€
1.484€
1.522€
1.593€
UF Moscavide e Portela
2.647€
2.695€
2.613€
2.538€
UF Sacavém e Prior Velho
1.916€
1.946€
2.038€
2.062€
UF Santa Iria da Azóia e São João da Talha
1.619€
1.649€
1.652€
1.676€
UF Santo Antão e São Julião do Tojal
1.572€
1.649€
1.647€
1.803€
UF Santo António dos Cavaleiros e Frielas
1.660€
1.714€
1.770€
1.819€

Fonte: Confidencial Imobiliário
* Imóveis no percentil médio são imóveis com idade média de 10 anos.



ACEDA AQUI AOS DADOS DOS OUTROS CONCELHOS
Área Metropolitana de Lisboa
ALCOCHETE
ALMADA
AMADORA
BARREIRO
CASCAIS
LISBOA
LOURES
MAFRA
MOITA
MONTIJO
ODIVELAS
OEIRAS
PALMELA
SEIXAL
SESIMBRA
SETÚBAL
SINTRA

VILA FRANCA DE XIRA

Se o seu concelho não se encontra na tabela, ou pretende saber os valores de outro concelho, entre em contacto comigo aqui e diga-me em que lhe poderei ser útil.

ESTIMATIVA DO NÚMERO DE FOGOS VENDIDOS
ANO DE 2020
Dados Acumulados dos últimos 12 meses até ao mes de:
Setembro
Outubro
Dezembro
Alcochete
190
194
227
Almada
3.798
3.942
3.885
Amadora
2.773
2.814
2.814
Barreiro
1.089
1.071
982
Cascais
3.783
4.060
4.021
Lisboa
10.151
12.219
11.644
Loures
2.857
3.067
3.067
Mafra
1.133
1.397
1.325
Moita
691
703
697
Montijo
583
635
698
Odivelas
2.471
2.679
2.627
Oeiras
3.231
3.401
3.466
Palmela
1.137
1.158
1.157
Seixal
3.495
3.567
3.628
Sesimbra
1.163
1.187
1.242
Setúbal
2.655
2.663
2.866
Sintra
8.321
8.441
8.470
Vila Franca de Xira
2.839
2.881
2.785
Nota: Os dados apresentados não representam a totalidade de fogos vendidos em cada concelho, mas sim uma amostra das principais mediadoras nacionais.

TAXA ACUMULADA DE DESCONTO E REVISÃO
ANO DE 2020
Dados Acumulados dos últimos 12 meses até ao mês de:
Setembro
Outubro
Dezembro
Alcochete
-7.9%
-8.0%
-8.6%
Almada
-6.0%
-6.1%
-6.6%
Amadora
-6.8%
-7.1%
-7.3%
Barreiro
-5.4%
-5.5%
-5.7%
Cascais
-7.8%
-8.0%
-8.1%
Lisboa
-8.4%
-7.6%
-8.6%
Loures
-6.6%
-6.6%
-6.7%
Mafra
-6.7%
-6.7%
-6.6%
Moita
-6.0%
-5.7%
-6.2%
Montijo
-6.3%
-6.7%
-7.2%
Odivelas
-6.2%
-6.1%
-6.3%
Oeiras
-7.4%
-7.4%
-7.3%
Palmela
-6.2%
-6.1%
-6.1%
Seixal
-5.1%
-5.2%
-6.2%
Sesimbra
-5.1%
-5.4%
-5.4%
Setúbal
-5.6%
-5.4%
-5.8%
Sintra
-6.1%
-6.2%
-6.5%
Vila Franca de Xira
-5.7%
-5.8%
-5.8%
Nota: Os dados apresentados representam uma amostra das principais mediadoras nacionais.

VALORES MÉDIOS DO m2 DE IMÓVEIS VENDIDOS DA GAMA MÉDIA*
ANO DE 2020
Dados Acumulados dos últimos 12 meses até ao mês de:
Setembro
Outubro
Dezembro
Alcochete
1.712€
1.566€
1.600€
Almada
1.661€
1.685€
1.724€
Amadora
1.712€
1.730€
1.738€
Barreiro
1.127€
1.142€
1.161€
Cascais
2.656€
2.747€
2.753€
Lisboa
3.405€
3.757€
3.668€
Loures
1.843€
1.848€
1.863€
Mafra
1.437€
1.466€
1.477€
Moita
942€
963€
992€
Montijo
1.303€
1.367€
1.409€
Odivelas
1.914€
1.955€
1.983€
Oeiras
2.372€
2.446€
2.473€
Palmela
1.173€
1.200€
1.223€
Seixal
1.335€
1.368€
1.386€
Sesimbra
1.420€
1.448€
1.483€
Setúbal
1.262€
1.279€
1.304€
Sintra
1.452€
1.469€
1.497€
Vila Franca de Xira
1.347€
1.364€
1.398€
Nota: Os dados apresentados representam uma amostra das principais mediadoras nacionais.
* Imóveis no percentil médio são imóveis com idade média de 10 anos.

Na tabela seguinte, consegue ver a evolução dos valores médios do m2 em OFERTA, ao longo do ano de 2020.

VALORES MÉDIOS DO VALOR DO m2 EM OFERTA
Evolução ao longo do ano de 2020 no concelho de Loures
Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro
Concelho de Loures
1.994€
1.996€
2.008€
2.043€
2.055€
2.089€
2.066€
2.053€
2.055€
2.057€
2.078€
2.109€
Variação Mensal
+0.8%
+0.1%
+0.6%
+1.7%
+0.6%
+1.7%
-1.1%
-0.7%
+0.1%
+0.1%
+1.0%
+1.5%
Variação Trimestral
+0.5%
+1.0%
+1.5%
+2.5%
+2.9%
+4.0%
+1.1%
-0.1%
-1.7%
-0.4%
+1.2%
+2.6%
Variação Anual
+7.5%
+7.4%
+7.5%
+6.0%
+5.5%
+4.8%
+4.5%
+3.3%
+3.5%
+3.7%
+5.1%
+6.6%
Freguesias do Concelho de Loures
Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro
Bucelas
sem dados
Fanhões
sem dados
Loures
1.927€
1.959€
1.973€
1.990€
2.003€
2.047€
1.971€
1.954€
1.990€
1.985€
1.982€
1.935€
Lousa
sem dados
1.689€
1.700€
1.700€
1.837€
Camarate, Unhos e Apelação
1.634€
1.658€
1.686€
1.730€
1.745€
1.736€
1.734€
1.790€
1.818€
1.829€
1.777€
1.696€
Moscavide e Portela
2.788€
2.804€
2.820€
2.803€
2.820€
2.795€
2.826€
2.846€
2.830€
2.802€
2.845€
2.887€
Sacavém e Prior Velho
2.772€
2.751€
2.696€
2.718€
2.751€
2.806€
2.762€
2.664€
2.557€
2.554€
2.553€
2.580€
Sta Iria da Azóia, São João da Talha e Bobadela
1.721€
1.741€
1.779€
1.818€
1.895€
1.915€
1.922€
1.889€
1.883€
1.877€
1.889€
1.921€
Sto Antão e São Julião do Tojal
1.964€
1.890€
1.890€
1.942€
1.902€
1.794€
1.774€
1.789€
1.840€
1.797€
1.708€
1.662€
Sto António dos Cavaleiros e Frielas
1.875€
1.832€
1.825€
1.826€
1.852€
1.909€
1.845€
1.843€
1.893€
1.902€
1.910€
1.923€

Fonte: Idealista.pt


Os valores do histórico não passam de isso mesmo, de valores passados. No entanto, ajudam-nos a perceber como se tem comportado o mercado imobiliário e como tem reagido, neste caso em concreto à Pandemia. Quero partilhar consigo também outros indicadores. Por exemplo, o índice de preços residenciais em Portugal Continental, que caiu de forma significativa no mês de setembro face ao mês de agosto. O valor foi de -2.1%, alterando aquilo que vinha sendo a tendência do ano. A taxa de variação mensal em outubro foi de 0.0%. Pode ver a evolução ao longo do ano de 2020 no gráfico em baixo.

 

 

Os próximos meses vão ser desafiantes a todos os níveis, com a implementação (mais que certa) novamente do Estado de Emergência, ainda que com contornos diferentes dos anteriores, a forma como todos os intervenientes no setor imobiliário se vão comportar e reagir a esses desafios será determinante.

Os consultores imobiliários já deram provas de que vão conseguir adaptar-se e inovar para fazer face à atividade concreta da mediação imobiliária, desde o início ao fim do processo.

Vamos ver como se comportam outros agentes, como por exemplo, o setor bancário. Neste momento não se verifica qualquer alteração significativa nas condições de conceção de crédito habitação, o que permite ainda aos muitos compradores realizarem e concretizarem o sonho de comprar aquela casa nova.

Acredito, arriscando um pouco de futurologia, que a tendência no último trimestre de 2020, vai continuar a ser, nos grandes centros urbanos de estagnação; nas áreas de maior procura, por força de benefícios intrínsecos à zona geográfica, como sejam por exemplo os meios de transporte, ainda de subida; assim como zonas de moradias fora dos grandes centros urbanos, é possível que o valor do m2, continue em alta; a quebra nos valores médios por m2 em 2021 será certamente uma realidade incontornável.

Ainda não estamos a viver uma crise económica, no entanto, é praticamente unânime por parte de todos os analistas económicos, que será inevitável que tal aconteça. Se analisarmos as medidas que têm vindo a ser tomadas no âmbito da pandemia, para não sobrecarregar o Serviço Nacional de Saúde (SNS), são no fundo para que as pessoas a precisar do SNS se diluam no tempo e não precisem todas ao mesmo tempo de cuidados de saúde. A mesma analogia se pode fazer com a questão económica, existem um conjunto de medidas que visam apenas adiar o problema, empurrando para a frente (como por exemplo: as moratórias do crédito habitação), e ir lidando com pequenos problemas antes de ter nas mãos a verdadeira crise económica.

Numa previsão da Plataforma Covid-19Insights a taxa de desemprego pode chegar em alguns concelhos, aos 20%. O distrito de Setúbal é um dos distritos com mais concelhos acima dos 15%, deverá mesmo ser o distrito com maior número de concelhos acima dos 15%. Cotec e Universidade Nova prevêem que a taxa de desemprego em Portugal atinja os 10.2% no fim do ano de 2020.

Evolução do Desemprego em Portugal, por Concelho, na Área Metropolitana de Lisboa
Ano de 2020 (previsões da plataforma Covid-19 Insigts)
Concelhos
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro
ALCOCHETE
8.8%
9.3%
9.8%
10.2%
10.6%
ALMADA
14%
14.8%
15.6%
16.2%
17%
BARREIRO
16.9%
17.9%
18.8%
19.6%
20.5%
MOITA
16.6%
17.6%
18.5%
19.3%
20.2%
MONTIJO
13.1%
13.9%
14.7%
15.3%
16%
PALMELA
10.9%
11.5%
12.1%
12.6%
13.2%
SEIXAL
13%
13.7%
14.5%
15.1%
15.8%
SESIMBRA
10.3%
10.9%
11.5%
11.9%
12.5%
SETÚBAL
15.2%
16%
16.9%
17.6%
18.4%
AMADORA
12.6%
13.4%
14.1%
14.7%
15.4%
CASCAIS
11.6%
12.3%
13%
13.5%
14.1%
LISBOA
15.8%
16.7%
17.6%
18.3%
19.2%
LOURES
11.5%
12.1%
12.8%
13.3%
13.9%
MAFRA
7.3%
7.7%
8.1%
8.5%
8.9%
ODIVELAS
10.2%
10.8%
11.4%
11.8%
12.4%
OEIRAS
9.6%
10.2%
10.7%
11.1%
11.7%
SINTRA
11.6%
12.3%
13%
13.5%
14.1%
VILA FRANCA DE XIRA
10.5%
11.1%
11.7%
12.2%
12.7%

 

Valores do Mercado Imobiliário: Loures